Eliana Araújo ensina: como montar a primeira adega

on

A meu sonho de consumo chegou em um dia ensolarado no dia meu aniversário, uma adega que eu não trocaria por nenhuma roupa, bolsa ou sapato de grife.  Nos filmes as grandes adegas são cenários para segredos, beijos ardentes, D.Rs. pessoais e profissionais…rss, no ao vivo me recordo de muitas cenas assim no cotidiano. Mas voltando a realidade, na hora da compra você pode iniciar com um pequeno modelo para 8 ou 12 garrafas,  é perfeito para a rotina da semana ou da quinzena. Pense como se estivesse em um restaurante, seu Menu diário deve harmonizar com sua reserva particular de  vinhos.

Para escolher o modelo  adequado, observe se a adega tem espaço para diferentes formatos de garrafas, pois, as de espumantes possuem um bojo mais largo. Outro ponto importante algumas adegas tem temperaturas diferentes na parte de cima e inferior para posicionar os tipos de vinhos (espumantes, brancos, rosés e tintos). No caso de optar por um modelo importado que geralmente é mais barato, verifique se existe assistência técnica no Brasil.

Agora temos que preparar a lista de quais tipos você terá em sua adega:

Quantidade Tipo de vinho Ocasião
01  garrafa Espumantes:

Champagne, Cava, Cremant, Asti, Prosecco, Frisante…

Champagnes e espumantes  para ocasiões comemorativas, ou para aquele café da manhã de domingo que indiquei no dia dos namorados, afinal nada como acordar com uma taça repleta de estrelas.

 

01 garrafa Brancos No caso dos vinhos brancos escolha um sem passagem em carvalho que será mais leve, ou com passagem que confere mais estrutura.

 

01 garrafa Rosé No caso do rosé aposte naqueles da região de Provence na França, este é o berço dos melhores do mundo.

 

01 garrafa Tinto leve Pinot Noir

Sim, tenha um vinho leve desta uva para aquela situação que o ser humano diz: Quero comer peixe, mas só tomo vinho tinto. Esta cepa será uma boa alternativa para não destruir sua harmonização.

 

01 garrafa Tinto de

médio corpo

Merlot, Grenache (França) ou Garnacha (Espanha), Trincadeira (Portugal), Barbera (Itália) para citar algumas. Para saber escolher veja as fichas técnicas nos sites das importadoras, lojas ou  consulte o sommelier.

 

02 garrafas Tinto encorpado Claro que terei que mencionar a Cabernet Sauvignon, mas procure também por Tannat (Uruguay), Petit Verdot (Espanaha, Chile, Uruguay) Cabernet Franc com passagem em carvalho, vinhos da região do Douro (Portugal), Aglianico ou Taurasi (Itália) entre outros.

 

01 garrafa Vinho de sobremesa Algumas opções são: espumantes doces, brancos de colheita tardia, rosés, Porto, Tokaji e Jerez (verifique os estilos )

 

Temperatura da adega: leia o manual e aprenda como utilizar, indico entre 16º.C e 18º.C, assim seus vinhos estarão bem acondicionados. Posicione a adega longe de locais quentes e sons vibrantes.

No caso dos espumantes, brancos e rosés eles permanecem na adega durante a guarda, e no dia de servir passam para geladeira. Cuidado! Se o seu vinho gelar demais esconderá aromas, sabores e até defeitos. A expressão: “estupidamente gelado” só serve para cerveja, em específico para aquelas que tomamos no boteco, que se estiverem quente ninguém consegue engolir, é amarga demais.

Tintos gelados sofrem alteração e acentuam o amargor, portanto fique de olho no visor de temperatura da adega, nada de deixar seus vinhos abaixo de 15º.C.  Para um bom serviço retire o vinho alguns minutos antes e abra enquanto aguarda seus convidados. Se você tiver decanter, saiba que ele funciona como um amplificador, pois, volatizará o álcool e acentuará as qualidades aromáticas com mais velocidade, se tiver defeitos o mesmo acontecerá, o vinho será denunciado.

Depois de aberto, se sobrar vinho utilize um aparelho que se chama bomba a vácuo os preços oscilam entre 30,00 e 60,00 dependendo da marca, ela retira o ar e preserva o vinho de 24 a 48 horas. E finalmente quando oxidar tempere carnes ou faça como eu, que uso para pintar telas, um dia eu ensino… rsss

Percebeu como este  é um presente incrível para quem ama vinhos, se você conhece alguém que é assim, reúna os amigos faça cotas e dê uma adega para comemorar muitos brindes, mesmo porque, todos são beneficiados depois com a bebida na temperatura ideal. E não se esqueça da turma que pretende casar, o tempo de dar panelas e conjuntos de pratos, ficou no século passado, os recém-casados terão motivos de sobra para aproveitar momentos românticos escolhendo vinhos,  e terão mais motivos para exercitar a arte de receber com jantares harmonizados, nem que a noite termine entre as fotos e vídeos da festa de casamento (momento tortura divertida).

Mesmo que não deguste um vinho por dia, é sempre bom ter opções adequadas para cada situação:  1. Jantar com segundas intenções para conquistar seu par.2. Nas reuniões de negócios em casa, o vinho cria um ambiente descontraído onde as ideias criativas fluem e até acontece o fechamento de novos contratos. 3. Sabe aquele dia de quebrar a dieta com pizza e vinho, depois de uma semana de salada de alface e suco verde? 4. Almoço em família de churrasco a massas, não importa o momento você sempre terá o vinho certo.

Na próxima semana você aprenderá como produzir seu menu e carta de vinhos devidamente harmonizados.

Mais dicas sobre as escolhas de suas garrafas e sugestões de produtos, envie um email para: assessoria.rodavinho@gmail.com

Dúvidas e sugestões de pauta:  Instagram e Facebook: @elianaaraujosommelière

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s